terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Ruy Barbosa no Sertão... um toque no Cangaço


.
A visita de Ruy Barbosa ao sertão, no bojo das suas campanhas, guarda uma interessante relação com o Cangaço.
Isto por ele ter sido acompanhando por seu discípulo Bernardino Madureira de Pinho.
Quando do início da campanha contra o Cangaço, na Bahia, Madureira de Pinho exercia a função de Secretário de Polícia e Segurança.
Somente perdeu a função quando derrubado o governo baiano pela Revolução de 1930.
.
Foto de Ruy Barbosa, em Senhor do Bonfim, em 5 de dezembro de 1919, à entrada do palacete em que se hospedou, pertencente, então, ao coronel Antonio Felix Martins.
Acompanham-no nesta fotografia Antonio Felix Martins, Salustiano Rodrigues FigueiredoJosé Cordeiro de Miranda, Francisco Esteves da Silva e Bernardino Madureira de Pinho.
Madureira de Pinho é o calvo de bigode, à direita, na foto.

.
A matéria no “Correio do Bomfim”, datado de 5 de dezembro de 1919:
RUY BARBOSA NO SERTÃO
Seja bemvindo á nossa terra o
Maior dos Brasileiros
Neste epocha de prosaismo deprimento, de preguiça espirital, quando as energias se externam em questiunculas sucessivas, quando, aos beijos das portadas frigidas das desilusões, emmerchece numa agonia extranha a bella flor do patritismo, quando, desalentada e triste, a gente simples do sertam caminha para a convicção perigosa do desespero absoluto de todas as virtudes que formam o caracter cotectivo, assegurado pelo severo cumprimento da lei e respeito à Justiça, a visita providencial desse velhinho glorioso assemelha–se a uma alvorada de crença desabrochando radiosa numa alegria de ressurreição.
Vibram as energias adormecidas a essa voz de apostolado inspirado. Clangoram festivas as manifestações grandiosas.
Opera–se o milagre. A carcassa do velho organismo se movimenta, toma proporções, erguq–se e vai ao encontro do sol.
É o povo. É o povo do sertão que acorda para affirmar a sua existencia, para revelar, num surto magnifico, a sua alma deslumbrada aos clarões do dia que desponta...
Os desesperados meditam.
É a energia portentosa desse homem extraordinario que desce em effluvios beneficos, chamando–nos ás responsabilidades da vida, á lucta pelo ideal.
Nem tudo está perdido, graças a Deus.
Ruy Barbosa, o maior dos brasileiros, a alma da Republica, o chefe da democracia brasileira, vem ao interior trazer–nos, com os seus setenta annos de gloria, com o fulgor da sua palavra, o banho de fé, a alleluia da nova era que começa a raiar.
Bemdito sejas, ó intemerato lutador!
Bemdito sejas pelo que tens feito, pelo que fazes agora na terra do sol, pelo que farás ainda pela grandeza do nosso Brasil!
Ave!
–––
Chega hoje a esta terra o Maior dos Brasileiros.
A honra excepcional que nos cabe dessa visita, o facto estupendo que vamos registrar, assignalando a pagina mais fulgurante, talvez, da historia desta terra, não chegam para o alcance de todos. Mas, mesmo assim, devemos pesar profundamente a responsabilidade que assuminos, procurando cercar o grande homem de todo o nosso carinho.
Aos filhos de Bomfim, especialmente sobre quem de preferencia recae essa elevada missão de rodear esse ancião admirado pelo mundo, de tudo quanto não lhe possa impressionar mal; aos nossos patricios, sem distincção de classe ou partidarismo injustificavel no momento, lembramos esse dever elevado.
E si porventura algum insensato, – em caso nenhum um filho de Villa Nova, pois isso é inadmissível – tentar interromper a harmonia grandiosa dessa festa do povo, digamos com antecedencia – a lama não atinge o sol. Bomfim quer Ruy Barbosa no seu seio, Bomfim se orgulha e se desvanece dessa distincção com que a honram. Viva Ruy Barbosa!
Situação atual do sítio da foto de Ruy em Bonfim, com enquadramento situação da fotografia de 1919 na edificação, atual residência do Bispo.
–––
Prepara–se pomposa recepção hoje ao apostolo do Direito e da Justiça.
De toda a parte chegam delegações, sociedades encorpadas, uma multidão immensa se agglomera nesta terra para saudar Ruy Barbosa.
De Jacobina, grande aumento de pessoas, na sua maioria do partido opposicionista daquella cidade, desde segunda feira se acha entre nós, assim como de Saude, Queimadas, Itiuba, Campo Formoso e outros municipios vizinhos.
De Juazeiro, Remanso e outras localidades do S. Francisco, chega hoje crescido numero de admiradores do grande brasileiro, em trem especialmente fretado para a glorificação do Apostolo.
As philarmonicas
Hontem chegou no trem de Jacobina a philarmonica “15 de Novembro”, de Campo Formoso, com pessoas de sua directoria e admiradores de Ruy Barbosa naquella localidade.
Aguardou–a na gare da Chambres de Fer a philarmonica “União e Recreio” desta cidade, que a acompanhou até a casa destinada á sua hospedagem.
No trem especial que chega hoje de Juazeiro, vem tambem a philarmonica “Appollo Juazeirense” alem de tomar parte nas pomposas homenagens.
Ao brilhantismo que estas philarmonicas prestarão ás festas juntará tambem o seu concurso a philarmonica “União e Recreio,” que toamrá parte em todos os actos.
Ornamentação das ruas
Amanheceram hoje artistica e caprichosamente ornamentadas as principaes ruas desta cidade. Longas avenidas de licurizeiros, intervalados por numerosas hastes com flamulas multicores, dão a essas arterias da cidade um aspcto realmente festivo.
Na praça Benjamim Constant, onde deverá realizar–se a importante conferencia do Cons. Ruy Barbosa, foi levantada artistica tribuna, onde ficarão s. exa. e possoas gradas daqui e da Capital. Será dahi que o glorioso tribuno se dirigirá ao povo, inflamando–o com o fogo ardente de seu verbo admiravel.
A Hospedagem
A hospedagem de s. exa. e parte da sua comitiva será no elegante palacete do sr. cel. Antonio Felix Martins, á Rua Conego Hugo, gentilmente cedido por s.s. para este fim.
O referido palacete está preparado adequadamente.
Em frente ao edificio foi levantado artistico coreto em que as philarmonicas farão continuas retretas, durante o tempo em que s. exa. se demorar entre nós.
As Commissões
As diversas commissões ficaram assim constituidas:
RECEPÇÃO. Dr. Salustiano Rodrigues Figueiredo, Dr. Raumundo Golçalves da Silva, Cel. Antonio Felix Martins, Dr. João Sepulveda da Cunha, Conego Tolentino Celestino da Silva, Dr. José Satyro de Oliveira, Cel. Alfredo Barbosa.
HOSPEDAGEM. Dr. Francisco Esteves da Dilva, srs. Mario Felix Martins, Olyntho de Senna Gomes.
ORNAMENTAÇÃO. Srs. Adolpho M. Silva, Pharmaco. Arnulpho Galvão, Lourenço Peroba, Manoel Teixeira Filho, Maj. João José de Oliveira Filho.
DONATIVOS. dr. Salustiano Figueiredo, maj. João Rodrigues de Deus, Dr. Edgard Simões, srs. João da Matta Moraes e José Francisco de Carvalho.
A Recepção
É este mais ou menos o programa da recepção:
O comboio respecial que traz a esta cidade o Cons. Ruy barbosa deverá entrar na “gare” da via ferrea ás 16 horas, sendo a sua partida de Itiuba, isto é, duas horas antes da sua chegada aqui, annunciada ao povo por meio de gyrandolas de foguetes.
O prestito que se organizará logo após a chegada do comboio, terá mais ou menos a seguinte formação:
alas de senhoras e senhorinhas, que atirarão sobre a ex. uma chuva continua de flores e “confetti”, desde a estação a casa de hospedagem;
á frente, abrindo o prestito, a phil. “15 de novembro”;
Cons. Ruy barbosa, comitiva e comissão de recepção;
phil. “Appollo Juazeirense”;
representações de fora, imprensa e corporações locaes;
philarmonica “União e Recreio”;
povo.
No patamar do palacete de hospedagem, para que todos possam ver e ouvir, será pronunciado um unico descurso de saudação – o do orador official dr. João Martins da Silva Telles.
Sobre as demais solemnidades, o programma a ser distribuido hoje melhormente orientará ao publico.
A Comitiva
dr. Ernesto Simões Filho
dr. A.G. Medeiros Netto
dr. Bernardino Madureira de Pinho
dr. JoséGabriel de Lemos Britto
prof. de. Fernando S. Paulo
prof. dr. Alvaro de Carvalho
dr. Horacio Cartier, redactor da “A Noite,” do Rio de Janeiro
dr. Raphael Gordilho
dr. Fiel Pontes
dr. Amador Cysneiros, representante do “O Malho” e outras revistas illustradas do Rio de Janeiro
dr. Clovis Spinola, representando o “Correio da Manhã” do Rio de Janeiro
dr. José Cordeiro de Miranda
dr. Archimedes Pires (representando a “A Hora”)
dr. Antonio Marques dos Reis (do “Diario de Noticias”)
dr. Porto da Silveira (redactor do “Diario da Bahia”)
academico João de Mattos Filho (reporter do “O Imparcial”)
As Homenagens
Entre as diversas homenagens projectadas nesta cidade ao eminente brasileiro, figuram:
– A Sociedade “União e Recreio” inaugurará o retrato de Ruy Barbosa no salão nobe de seu edificio. O retracto é uma bella obra d’arte.
O acto da inauguração deverá revestir–se de toda a solemnidade, sendo a hora annunciada com antecedencia. O edificio da brilhante corporação já está ornamentado com muita arte e bom gosto.
– A infancia de Bomfim, guiada pela exma. d. Semirames Oliveira e outras exmas. senhoras da nossa melhor sociedade, cimprimentará o grande homem, indo á sua presença offerecer–lhe um ramalhete de flores. A menina Adelia Kauark saurará o amigo das crianças, em nome de suas companheiras.
– A Liga das Adeptas da Unição e recreio, de que faz parte a mais bella representação feminina desta cidade, entregará ao excelso patricio um cartão de ouro, com dizeres significativos, destinado á Mme. Ruy Barbosa.
– As senhorinhas bomfinenses, cujo enthusiasmo é indescriptivel, pretendem dar um cunho excepcional ás festas, tomando parte em todas as solemnidades.
– O commercio local, num rasgo de civismo para o qaul não regatearemos applausos, resolveu designar uma commissão que o represente nas homenagens ao Senador Ruy Barbosa, a qual se compõe dos srs. cel. Edeltrudes Ferreira da Silva, José Francisco de Carvalho, Arthur Machado, Manoel Teixeira do Amaral e Aurelio Freitas. Espera–se tambem o fechamento de suas portas na tarde de hoje e de amanhã.
A Conferencia
A conferencia do grand ebrasileiro deverá ser realizada amanhã á tarde ou á noite, provavelmente na Praça Benjamim Constant, por offerecer logar sufficiente para se agglomerar a immensa multidão que anceia ouvir a palavra oracular do mestre.
Ultima hora
Pelos telegrammas recebidos por esta redacção, sabemos que o egregio patricio, ao partir da Capital, recebeu extraordinaria ovação do povo.
Em Alagoinhas o enthusiasmo popular attingiu proporções extraordinarias.
E em toda a parte por onde o apostolo passa, pregando ao povo os principios da liberdade, uma vibração intensa sacode as multidões, preparando–as para a luta que ahi vem e na qual se decidira a sorte da nossa Bahia.
– Para a glorificação de Ruy Barbosa, desde a semana passada que chega povo de todas as localidades visinhas, calculando–se em mais de duas mil pessoas vindas exclusivamente ver, ouvir e applaudir delirantemente o pontifice da nossa democracia.
Os commodos nos hoteis se esgotaram.
– Hontem a recepção da Philarmonica “15 de Novembro” de Campo Formoso, feita pela sua co–irmã “União e Recreio” desta cidade, revestiu–se de grande brilho.
Ao chegar á gare da estrada de Ferro, entre espoucar de foguetes, foi a “15” saudada pela palavra inspirada de dr. Xavier da Costa, agradecendo em bello improviso o sr. dr. João Martins Telles.
Em seguida as duas philarmonicas realizaram enthusiastica passeata pela cidade, vindo até em frente a esta redacção onde foram erguidos repetidos vivas ao grande Ruy Barbosa – a bandeira sob a qual se agrupa, neste moment, todo o povo da Bahia para a cruzada gloriosa do seu soerguimento.
.
Para utilizar as matérias deste blog, atentar para:
Como citar
.

Um comentário:

  1. Muito boa a informação, parabéns! Uma outra ilustre de um príncipe Francês a senhor do Bonfim no século XIX sairá em breve no Livro Recordações.

    ResponderExcluir