sexta-feira, 15 de julho de 2011

Sobrevivente... Evaristo Carlos da Costa

.

.
O sargento Evaristo Carlos da Costa foi ator fundamental em um evento terrível.
O massacre de sete soldados da polícia, seus comandados, em Queimadas, em 22 de dezembro de 1929.
O massacre, comandado por Lampeão, apenas teve poupado o sargento Evaristo.
Para alguns isto se deveu ao pedido de uma senhora de Queimadas, que dera de um presente um trancelim de ouro ao cangaceiro em troca de um favor.
Para outros, isto se dera em função de um pedido do cangaceiro Mariano.
O fato é que Evaristo foi poupado e levou a vida adiante.
.
O sobrevivente... posando ao lado da cadeia onde foram executados seus comandados:
.
O conjunto que era Cadeia - Quartel e Prefeitura, de Queimadas, em 1929, permanece íntegro, atualmente.
A porção direita da edificação era e ainda é a cadeia municipal.
A porção esquerda da edificação era a prefeitura.

.
Mudando-se para Santaluz, sua cidade natal, aí veio a falecer em 5 de novembro de 1977. Esta imagem mostra o sargento Evaristo pouco antes do falecimento, na mesma Santaluz.

.
Sargento Evaristo Carlos Costa... sobrevivente do massacre de 22 de dezembro de 1929, em Queimadas.
.
Identidade do já reformado sargento Evaristo:

.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Arvoredo e seu matador... João Biano


Cangaceiro Arvoredo... Hortêncio Gomes da Silva.
e
Uma imagem cuja dificuldade para conseguir foi grande, mas, graças ao senhor Raimundo, de Jaguarari, ex-cunhado de João Biano, e a gentileza imensa da filha e do filho deste valente matador de Arvoredo, aqui a única foto existente... de João Biano:

.
Muito chamado por "João Biana" é uma alteração posterior ao evento da morte de Arvoredo.
O nome correto é João Biano da Silva.
No texto de Oleone Fontes, em seu livro "Lampião na Bahia", aparecem os matadores citados como Xisto e João Martins da Silva... Este erro apenas reproduz o cometido pelo coronel Alfredo Barbosa, de Jaguarary, que, à época do evento, relatou-o, errando no nome de João.
.