quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Chico Pereira


.
28 de dezembro de 1927, no "A Tarde":
.
Chico Pereira

Quem é o terrivel cangaceiro parahybano

PARAHYBA, dezembro ( Agencia Brasileira) – Tem sempre algo interessante o estudo da psychologia dos bandidos. Não nos propomos a fazel–o aqui, comtudo queremos hoje destacar a personalidade extranha do cangaceiro Chico Pereira, agora em fóco com o cerco que a policia parahybana lhe poz em Páo Ferrado, nas proximidades da cidade de Pombal, no alto sertão.
Chico Pereira é um admirador dos heroes do Far West americano. Usa chapéo de abas largas, pistola á cinta, pesadas cartucheiras, lenço vermelho ao pescoço, tudo de mistura com o muito nortista punhal e bordadas alpercatas.
Monta admiravelmente e gosta das situações difficeis, parecendo até haver escolhido a vida do cangaço pelo prazer dos arriscados desportos.
Pertence a conhecida familia sertaneja. E’ um typo insinuante e galanteador, possuindo mesmo alguma instrucção.
Ha tres annos passados, num assomo de desmedida bravura, assaltou em pleno dia a grande cidade de Souza, levando centenas de contos em dinheiro, joias e mercadorias.
Passaram–se os tempos e já ninguem se lembrava de Chico Pereira.
A semana passada, porém, o delegado de Pombal, tenente Manoel Benicio, teve denuncia de que o famoso campeador da caatinga estava homisiado bem perto da cidade, no lugar Páo Ferrado, acompanhado apenas por Manoel Mendes, seu companheiro de crimes. Era mais uma demonstração de sua doentia paixão pela lucta.
Commandados por aquelle official, nossos milicianos fizeram o cerco da casa onde elles se encontravam. Ambos dormiam. Despertados pela fuzilaria reagiram logo vigorosamente.
O cerco foi se apertando, pouco a pouco.
Depois... depois... os bandidos se eclypsaram...
O delegado explica o occorrido. Infelicidade. Da policia, está claro.
Dois soldados se encontravam proximo a uma das portas da casa assediada. Em dado momento um delles tombou fulminado com certeira bala no coração. O outro se manteve no arriscado posto por algum tempo. Seu fuzil (fuzil Mauser), dos mais modernos, “mentiu fogo” e, para não ter a mesma sorte de seu companheiro, o soldado recuou.
Chico Pereira e seu collega de aventuras aproveitaram a opportunidade.
Assim réza o communicado official...
Esse Chico Pereira parece que já trabalha em fita de série...
.
Como citar
.
Ps... Foto de Chico Pereira colorida por Rubens Antonio.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário