domingo, 16 de dezembro de 2012

Ao Chefe de Polícia de Pernambuco, em 28/08/1927

.

Telegramma, em 28 de agosto de 1927.
.
“As ordens que vossencia me transmittiu no telegramma do dia 15, foram pontualmente executadas, sendo continuo e prompto para cumprir as instrucções de vossencia, sem, neste particular, medir a consequencia. Conforme scientifiquei a vossencia, em telegramma da mesma data tinha incumbido o tenente Hygino de effectuar uma diligencia para captura dos bandidos José Torto, vulgo “Caneta”, e José Rosa, vulgo “Candinho”. O dito official, incansavel no cumprimento do dever e das nossas determinações, acaba de chegar a esta cidade. O resultado da empresa que fôra confiada excedeu a minha espectativa, na importancia pois, capturou os  bandidos seguintes: “Caneta”, “Candinho”, João Torto e Nicodemos Cordeiro de Moraes, vulgo “Nico”, todos pronunciados por morte em Taracatú, Alagoas, conforme a exposição de vossencia, e mais Bezerra vulgo “Luiz Helena” e Manoel Luiz, vulgo “Manoel Helena”, criminosos de morte, este no municipio de Marcos; Gaudencio Sá, vulgo “Maçarico” criminoso de morte em Triumpho, afora os crimes praticados em outros municipios, o que vou syndicar, Querino Neto, criminoso de morte no municipio de Flores, sendo assim ao todo oito scelerados. É mais uma prova do interesse excessivo dos nossos auxiliares, no intuito da completa extinção do banditismo na zona sertaneja de acordo com os desejos de vossencia, O tenente Hygino informa que a na zona do Riacho do Navio não existe o menor roteiro do grupo do famigerado Lampeão. Major Theophanes Torres, de Villa Bella.
.
.
.
Como citar
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário