quarta-feira, 7 de março de 2012

17 de novembro de 1926, no “A Tarde”

.
17 de novembro de 1926, no “A Tarde”:

PETROLINA AMEAÇADA
Lampeão e o seu bando rondam por perto
JOAZEIRO, CIDADE FRONTEIRA, CORRE SERIO PERIGO


Affeito, já, ás mais audaciosas tentativas, algumas das quaes coroadas de pleno exito, o homem que, actualmente, encarna a expressão maxima do cangaço nordestino, investe, agora, contra Petrolina, no Estado de Pernambuco.
Si a audacia do bandido o levar a arremetter ás claras, lealmente, temos fartas razões para crer no insuccesso de sua empreza! – porque o governo do Leão do Norte mobilisou, sabiamente, ali, o unico elemento capaz de se haver com o cangaceiro: - o sertanejo.
Os homens que compõem a força, sob o commando do major Theophanes, não conhecem as manobras militares, nem vestem farda. Usam alpercatas de rabicho, cartucheira bordada, parnehyba e carregam o fizil com a deselegancia do jagunço. Lutam, liberrimos, sem as peias das formações de combate.
Cada qual faz por si, negaceando e avançando sempre para a realização do intento collectivo: e são efficientes, por isso.
Mas, poderá se dar o caso de uma surpreza terrivel.
O cangaço não é romantico: - é pratico: á victoria conquista, palmo a palmo, a lances dramaticos de heroismo, Lampeão ha de de preterir o assalto subito, estonteante, quando as ruas estiverem desertas e a noite lhe for cumplice.
Disseminada a cabroeira, aos poucos, pela cidade, - o estallo secco do primeiro cartucho queimado, mais outro, e outro mais, até que se fundam em fuzilaria atroante.
E emquanto o panico tumultuar na terra assaltada, osque, e a retirada, rapida e inevitavel, para a caatinga, onde seria uma temeridade procural-o...
Deve ser esse o plano do bandido: - porque é assim que se faz no cangaço...
E se desmoralizada for, por esse golpe, de astucia, a phalange cabocla da guarnição de Petrolina, Joazeiro, que dista dali apenas alguns minutos em paquete, soffrerá, certamente, si não tiver uma organisação forte de defesa: forte em numero e armas, e forte na pratica desse genero de lutas.

AS PRIMEIRAS NOTICIAS DO BANDIDO

As primeira noticias da approximação do bandido foram aqui recebidas pelo coronel Octacilio Nunes de Souza, através do seguinte telegramma:
- “Octacilio Nunes – Bahia – Lampeão novamente proximidades Bôa Vista, destino Petrolina. Providencie junto governador enviar forças urgente aqui defesa cidade. estamos seriamente ameaçados”.
Immediatamente o coronel Octacilio endereçou ao sr. Estacio Coimbra, o telegramma abaixo
Dr. Estacio Coimbra – Rio – Lampeão approxima-se Bôa Vista destino Petrolina. População alarmada abandona cidade. Rogo vossencia energicas promptas providencias lembrando intimas relações vossencia governo Bahia. Este poderia mais presteza assegurar garantias. Cordiaes saudações.
(a) – Octacilio Nunes de Souza
”.
.
Para utilizar as matérias deste blog, atentar para:
Como citar
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário