sábado, 27 de agosto de 2011

Lagoa do Lino

.
Um subgrupo do bando de Lampião, composto por 4 cangaceiros e 3 cangaceiras, liderado por Azulão, assolou as regiões de Mairi, Várzea do Poço, Miguel Calmon, Várzea da Roça, Serrolândia, Jacobina, em setembro e outubro de 1933.
Muitas agressões foram cometidas pelos cangaceiros, especialmente com o uso de palmatórias.
Em outubro de 1933, o grupo foi localizado na Fazenda Lagoa do Lino, e travado um combate, no qual morreram os cangaceiros Azulão, Zabelê e Canjica, e uma cangaceira de nome Maria.
Dentre os que escaparam estava o cangaceiro Arvoredo.
Notícia sobre o confronto em que morreram os quatro cangaceiros trazida do blog "Cariri Cangaço"
http://cariricangaco.blogspot.com/2010/03/morre-azulao-e-acoitadores-de-lampiao.html

Os mortos foram decapitados e suas cabeças conduzidas a Salvador.
Cabeças de, da esquerda para a direita, Zabelê, Maria, Azulão e Canjica.

Em Salvador, ficaram as cabeças expostas, no Instituto Nina Rodrigues, até 1969. Então, por uma determinação do governador Luiz Viana Filho, no mesmo evento que levou ao sepultamento das cabeças de Lampião, Maria Bonita e Corisco, finalmente foram sepultadas.
Isto no cemitério de Quintas dos Lázaros.
Sepulturas das cabeças do quatro cangaceiros mortos no confronto de Lagoa do Lino.
Aos interessados, há uma grande dificuldade para localizar a Fazenda Lagoa do Lino... onde ocorreu o combate.
Ela aparece na literatura como situada nos municípios de Djalma Dutra (atual Miguel Calmon), Serrolândia, Mairi, Várzea do Poço, Várzea da Roça e Jacobina...
A realidade:
1 - Ela está na divisa entre os municípios de Várzea do Poço e Serrolândia, em área de litígio entre ambos.
2 - Fica mais próxima ao povoado de Maracujá, que pertence ao Município de Serrolândia, mas é mais próxima e acessada pelo Município de Várzea do Poço.
3 - Mudou de nome para Fazenda Santa Mônica
.
Abaixo, guias que facilitam a localização do sítio do combate.
.

.

.
Acima, detalhe mostrando a localização da antiga sede da Fazenda Lagoa do Lino, distante, pelo caminho, 270 metros da estrada principal. O laguinho visto mais ao norte, a 200 metros da sede da fazenda, foi o sítio da morte dos cangaceiros.
Coordenadas: 11°30’29,15’’S e 40°13’21,95’’O.
.


Nenhum comentário:

Postar um comentário