quarta-feira, 3 de maio de 2017

Antônio Gonçalves

Antônio Gonçalves da Cunha e Silva, filho de José Gonçalves da Silva, ex-presidente da Bahia, nasceu, em 22 de novembro de 1877, na fazenda Piabas, a mesma que acabaria sendo visitada por Lampeão e seu bando, em 1929. Cursou Medicina, em Salvador, indo exercer a profissão no interior do Estado de São Paulo, chegando a ser prefeito de Leme. Retornou a “Bomfim”, atual Senhor do Bonfim, em 1918, integrando-se à política. Tornou-se vereador, em 1926, sendo nomeado intendente, em 1927, exercendo a função até 1928, quando voltou à vereança, presidindo a Câmara Municipal.
Como médico, foi Antônio Gonçalves que tratou dos militares feridos, por cangaceiros, nos Fogos de Abóboras, em 1929, e do Tauá, em 1932. Isto, além de cuidar de vários sertanejos feridos por cangaceiros e policiais, nas redondezas de “Bomfim”.

Imagem: Correio do Bomfim
.
Em 1930, junto ao intendente de “Bomfim”, Antônio Gonçalves publicou apoio à campanha do presidente baiano Vital Soares, para vice-presidente da República. Com a revolução de outubro de 1930, foi atirado na oposição, acabando por aliar-se a Otávio Mangabeira.
Faleceu em 4 de agosto de 1945.
.
Velório de Antônio Gonçalves.
Imagem: Centro Educacional Sagrado - Coração - Memorial Senhor do Bonfim
.
Herma de Antônio Gonçalves, em Senhor do Bonfim, em 2017.
.
 
Herma de Antônio Gonçalves, em Senhor do Bonfim, em 2017.
.
Detalhe da herma de Antônio Gonçalves, em Senhor do Bonfim, em 2017.
.
Com a transformação do povoado de Itinga em cidade, em 1962, esta passou a chamar-se Antônio Gonçalves.
.
Como citar
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário