sexta-feira, 4 de julho de 2014

Seu Nôza... José Moura de Oliveira

.
Faleceu, neste 3 de julho de 2014, em Salvador, José Moura de Oliveira.
Nascido em 23 de fevereiro de 1925, em Queimadas, Bahia, naquele município, era mais conhecido pelo apelido que lhe deu sua irmã mais velha, quando era ainda um bebê. "Nôza".
com a idade, ganhou um "Seu" ao antigo apelido, tornando-se "Seu Nôza".
Nôza
.
Desconhecido da imensa maioria das pessoas, é uma verdadeira referência por dois pontos.
Em primeiro lugar, era a criança que estava dentro quartel, em Queimadas, quando foi invadido pelos cangaceiros, em dezembro de 1929. Ao seu lado, Lampeão parou e deu ordem de prisão aos policiais.
Apesar da tenra idade, a impressão que lhe causou o evento deixou em sua memória viva impressão e perfeita recordação. Isto, especialmente, por haver testemunhado o início do massacre, nomeadamente a morte dos dois primeiros policiais.
Em segundo lugar, considerando a quantidade de equívocos, inverdades e mistificações diversas que àquele evento começaram aderir, iniciou uma coleta de informações, registrando-as meticulosamente.
A quem o visitava, recebia com imensa simpatia e atenção, apresentando o seu relato já impresso.
Dizia:
"- Junta-se aí o que eu vivi, o que eu vi, com o que ouvi dos demais..."
Este documento era lido, por ele, para o interessado, na íntegra e, na medida do possível, enriquecido, conforme o interlocutor apresentava novas perguntas. 

Seu Nôza lendo seu relato dos eventos de 22 de dezembro de 1929, em Queimadas.
.
Seu depoimento aparece em:
http://cangaconabahia.blogspot.com.br/2012/01/depoimento-de-jose-moura-de-oliveira-o.html
.
Uma versão mais recente e completa, a derradeira, ainda está por ser publicada neste blog.
.
Desenhando a situação real das antigas sepulturas dos soldados, no cemitério de Queimadas.
.
Com Valdeci Figueiredo dos Santos e Jubiratan Silva Santos, filhos do sargento Evaristo, sobrevivente do massacre de Queimadas.
.
Tendo vivido a maior parte dos seus últimos anos em Salvador, próximo aos filhos e netos, veio a nesta cidade falecerem função de um câncer.
Seu corpo foi levado a Queimadas e, neste 4 de julho de 2014, estará sendo ali sepultado.
Um abraço, amigo... E muito obrigado pelo seus senso de História e compromisso com esta.
.

.
Como citar
.
.







Nenhum comentário:

Postar um comentário