sábado, 7 de abril de 2012

Azulão, Zabelê, Canjica e Maria Dórea...

Um dos combates memoráveis do Cangaço é o da Lagoa do Lino.
Nele, um subgrupo do bando de Lampião, composto por 4 cangaceiros e 3 cangaceiras liderados por Azulão, que assolara as regiões de Mairi, Várzea do Poço, Miguel Calmon, Várzea da Roça, Serrolândia e Jacobina, entre setembro e outubro de 1934, foi duramente atingido por uma volante.
Está referenciado este combate na postagem:
http://cangaconabahia.blogspot.com.br/2011/08/lagoa-do-lino.html
Como consequência, quatro cangaceiros sucumbiram... Azulão, Zabelê, Canjica e Maria Dórea.
Mortos e decapitados, tiveram suas cabeças conduzidas a Salvador. Sua foto mais conhecida é apresentada abaixo.
Cabeças de, da esquerda para a direita, Zabelê, Maria, Azulão e Canjica.
.
O pesquisador Orlins Santana nos oferece um material extremamente raro relacionado a este embate. São duas fotos.
Uma é outra foto das cabeças dos cangaceiros Azulão e Maria Dórea.

Esta outra foto mostra as cabeças dos quatro cangaceiros mortos, Zabelê, Canjica, Maria Dórea e Azulão.

Ambas foram tomadas provavelmente quando da chegada das cabeças a Salvador, exibindo já processo de necrose avançada.
Que estes ecos daquele terror... melhor sirvam ao entendimento das suas e nossas sombras... e tragam, ao menos, rasgos de luz ao presente e ao futuro.
.
Para utilizar as matérias deste blog, atentar para:
Como citar
.

5 comentários:

  1. Dois cangaceiros escaparam dessa emboscada, o de nome CALAIS e o de nome ARVOREDO, com os tres que morreram completa Cinco e não Quatro cangaceiros no Grupo de Azulão, incluindo ele, claro.

    ResponderExcluir
  2. História boa, parabéns gosto muito da história do cangaço

    ResponderExcluir
  3. Meus pais moravam na tábua Fazenda Tabua! Eu era criança e lembro que havia muitos comentários sobre esses angaeiros! Mamãe contava nós que, várias veses dormiram no mato todos apavorados temiam que a noite eles invadisse as casas não só deles mais em toda região.

    Eu sou Terezinha Oliveira
    Filha de Aprígio Barreto e Barcelona Oliveira.
    Minha idade é 75 anos.

    Agradeço por está participado deste documentário.

    ResponderExcluir
  4. Cangaceiros tombaram diante da volante de Zé Rufino da polícia Bahia.

    ResponderExcluir
  5. Todos esses documentários e reportagens feitas por esses profissionais da imprensa, canais e outros veículos de comunicação, estão de parabéns pois esses registros e pesquisas sobre o cangaço ,é muito importante para nós, minha opinião. Obg.

    ResponderExcluir