terça-feira, 20 de março de 2012

"Uma pequena página na Memória..." por Orlins Santana de Oliveira


.
Por Orlins Santana de Oliveira:
.
“Eu fui avisado para ir ao cemitério e, lá, reclamei do diretor, sobre o estado da grande parede, que tinha rachaduras.
Ele me relatou:
– Você tem a missão de encontrar as famílias deles.
Dadá ainda era viva, mas muito doente... Sila também...
Achei Vera Ferreira, neta do capitão, que se propôs a vir de Sergipe para levar as cabeças para junto dos corpos.
Ao manusear a cabeça de Maria Bonita, retirei um cachinho de cabelos... E do capitão também... Ao manusear o osso temporal, retirei também, um cachinho de cabelos e uni aos dela...
Falando com Vera Ferreira e a irmã, que entregasse o tesouro a Expedita e guardasse aos pés de Nossa Senhora, Mãe de Jesus.
Quando acabei de falar, um vento fortíssimo varreu a frente do ossuário e, sem demora, saiu.
Verifiquei que o crânio de Maria Bonita, apos este acontecido, faltava um olho e o do capitão faltava um dente, que sumiu por um milagre, nas mãos das netas.
O redemoinho se foi e ficamos estatelados, parados, sem nada entender...
Fizemos a ata eu e doutor Lamartine. As netas também assinaram o livro de atas e o diretor do Cemitério da Quinta dos Lázaros...
As outras cabeças lá estão, em uma nova parede e em série horizontal e não vertical, e ao nível do chão.
Agora, os cachinhos estão nas mãos da filha com a qual nunca puderam conviver... juntos...”
.
Para utilizar as matérias deste blog, atentar para:
Como citar
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário